canvas-plano-de-negocios

Escute o Podcast: Como Montar um Canvas fácil e eficaz para seu negócio.

Quando o assunto é Plano de negócios, não tem empreendedor que não queira fugir disso. Embora seja um item de extrema importância, eu disse EXTREMA. O modelo de plano de negócios é capaz de afugentar qualquer um, isto porque se trata de um modelo engessado, inflexível e de difícil elaboração.

canvas-remodelando-o-plano

Pensando nisso no ano de 2004, um estudante da Universidade de Lausanne na Suíça, Alex Osterwalder, observou o plano atuante e decidiu com a supervisão de Yves Pignur, seu mestre na época, remodelar a proposta.
Para ele “Um Modelo de Negócios só é viável quando ele é capaz de produzir, capturar e entregar valor para os clientes e acionistas.” Para ele toda organização ou empresa nasce para gerar valor (produtos e serviços relevantes) para um determinado segmento de clientes, em seguida precisa entregar esse valor, para seus clientes, através de diversos canais, e por fim precisa capturar um valor monetário por aquilo que gerou e entregou com sucesso ao seu segmento de clientes, mantendo o negócio funcionando.
Este modelo foi tão bem aceito que foi utilizado e testado em organizações como IBM, Ericssoon, 3M, Deloitte, Apple entre outras.

canvas-9componentes

#Os 9 componentes

A ideia se baseia em 9 componentes que se encontram na Obra de Alex e Pignur, num livro chamado de Business ModelGeneration – Inovação em Modelagem de Negócios.

Estes componentes são:
1 – Segmento de Clientes. Em poucas palavras é o propósito é para quem criamos valor.Quais são nossos clientes mais importantes?
2 – Proposta de Valor. Que valor proporcionou a nossos clientes ou que problemas de nossos clientes vamos solucionar?
3 –  Canais (Distribuição e Comunicação). Que meios preferem utilizar nosso segmento de mercado? Como nos comunicamos com nossos clientes? (ExLoja física, Virtual)
4 –  Relacionamento com clientes. Que tipo de relacionamento que cada segmento de cliente espera ter para estabelecer e manter sua preferencia?
5 –  Receitas. Porque valor os nossos clientes realmente estão dispostos a pagar? Como gostariam de pagar?
6 –  Recursos Chave. Que recursos físicos, humanos, intelectuais ou econômicos são essenciais? Quais são as coisas Imprescindíveis para isso?
7 –  Atividades Chave. O que devemos Saber e fazer?
8 –  Parcerias Chave. Quem são nossos parceiros e provedores fundamentais?
9 –  Custos. Quais são os custos mais importantes do modelo de negócio (Recursos e Atividades chaves).

canvas-design

#O Design revolucionou

Mesmo com a ideia desses 9 componentes de maneira mais simplificada ainda tinham o desafio do design , do modelo que deveria ser reestruturado para dar vida a ideia de flexibilidade, assim criaram um simples gráfico feito em powerpoint que anos mais se tornaria o Quadro de Modelagem de Negócios ou Business Canvas.

 

Este design criou toda uma nova geração de empreendedores! No seu livro o intitulou “Business Model Generation” (Geração de Modelo de Negócios).

canvas-Post-it

#Inovando o modelo de negócios com o canvas

Algumas ameaças ou novas condições sempre fazem com que seu negócio sofra mudanças, algumas simples outras mais radicais, seja para reagir a uma situação de crise, outros podem estar atrás de um novo potencial de crescimento, e alguns até podem estar apenas começando.

Segundo Steve Blank  “Nenhum Plano de Negócios sobrevive ao primeiro contato com clientes” , seguindo estas condições é que a proposta do Canvas muda completamente esta perspectiva, dando a possibilidade de recriar conceitos, processos, procedimentos e ações para a subsistência do negócio.

Alguns dos fatores para uma inovação podem ser:

  • Para satisfazer o mercado, diante de uma necessidade existente ou nova necessidade;
  • Levar ao mercado um produto de outro país que já é um sucesso e pode solucionar problemas de outras regiões (franquia);
  • Aprimorar o mercado, com soluções mais eficazes ou novas soluções;
  • Inovar o mercado, com soluções ou novas propostas para saciar uma necessidade ou um desejo.

Considere principalmente que no começo de qualquer negócio (que não seja tradicional) não se tenham certezas absolutas.  Tudo que você tem em mente é uma visão de oportunidade de negócio e a vontade de que tudo dê certo. Já pensou como seria criar um plano de negócios para cada ideia ou fase da sua empresa? E o que aconteceria com as horas e horas que você colocou no seu primeiro Plano de Negócios? Tempo perdido não é mesmo?

Por isso o Canvas permite a cada revisão ou reformulação uma reconfiguração do modelo original. Assim você entenderá que para cada movimentação, cada crescimento da sua empresa há uma versão diferente. Portanto utilizar este modelo de protótipos além de ser uma constante, o que mostra que a sua empresa está vivendo, é uma oportunidade de inovação para sua empresa.

Dica: Quando montar seu Canvas faça sempre com post-it, assim fica mais fácil refazer um conceito, ideia ou alterar qualquer processo.

Na semana que vem vamos falar mais sobre os três primeiros componentes do Canvas e como o empreendedor pode utilizar da melhor maneira possível para elaborá-los e fazer assim um canvas simples, prático e o melhor: funcional! Dúvidas? consultoria@facileme.com.br / Whats 11-96865-8103 .

Uma ótima semana e muitas vendas com a sua loja Facíleme. Abraço e até nosso próximo encontro.

Não há comentários até o momento