Como vender pacotes de viagens (trips) na Internet?

O webshoppers/e-bit acusou que no ano de 2017

Vendas (2016 e 2017)

Movimentação Anual de

R$ 47,5 Bilhões

Agências Associadas

Nas micros e pequenas empresas são:

60%

Agências Médias são 30%

E grandes e megas empresas são:

10%

Na primeira faixa

Apresenta resultado de 60,30%

60 mil / mês

Na segunda faixa

Apresenta resultado de 30,30%

até 360 mil / mês

Na terceira faixa

Apresenta resultado de 0,40%

16 milhões / mês

Outro produto que é bastante oferecido e procurados em todas as temporadas do ano são os pacotes de viagens. Por isso se a sua expertise é turismo e quer ganhar dinheiro vendendo isso pela internet, vamos começar pelo começo. Pronto para esta viagem?

Este nicho de mercado hoje representa:

A movimentação anual de R$ 47.5 bilhões em vendas (2016 e 2017)

O censo identificou, ainda, que 60% das agências associadas incluem-se na categoria de micro e pequenas empresas, 30% são médias e 10% grandes e mega agências.

60,30% têm resultado mensal de até 60mil mês, na segunda faixa 30,30%, está entre 60 a 360 mil/mês e por fim, chegando a 0,40%, que alcança mais de R$ 16 milhões por mês.

1 – Encontre o seu forte e revele-se!

Primeiramente você irá fundamentar seu negócio. Aqui o primeiro passo é pesquisar o máximo de informações, para entender alguns critérios que a sua empresa deverá ter. Por exemplo revender pacotes ou criar os seus pacotes.

Para tal você deverá saber algumas informações essenciais como conhecer os seus custos, gastos ou possíveis perdas, ou seja, os riscos do seu negócio. Além disso você deverá entender seu processo de logística e entrega, parcerias com hotéis e outros serviços, divulgação, fluxo de caixa e financeiro, etc. Esquematize seu negócio em todas as etapas. Utilize o canvas, ele pode ser de grande ajuda neste primeiro momento.

loja-virtual-facíleme-encontre-o-seu-forte-e-revele-se
loja-virtual-facíleme-entenda-o-que-vender-e-para-quem

2 – Entenda o quê vender e para quem


A palavra de ordem para quem quer vender pela internet é segmentação. Para isso apoie-se na pesquisa, pois definir para quem e o que vai vender é primordial. Se precisar de uma ajuda, pesquise um gerador de persona, tem vários na internet. Feito isso o segundo passo é entender o quê oferecer. Para tal se faça a seguinte pergunta: O que o seu cliente ganha comprando seu produto? Por que ele nunca deixaria de comprá-lo? Busque por meio de palavras-chave no Google trends o que está em voga, para não dar um tiro no pé.

Se precisar de uma ajuda, pesquise um gerador de persona, tem vários na internet. Feito isso o segundo passo é entender o quê oferecer. Para tal se faça a seguinte pergunta: O que o seu cliente ganha comprando seu produto? Por que ele nunca deixaria de comprá-lo? Busque por meio de palavras-chave no Google trends o que está em voga, para não dar um tiro no pé.

3 – É fluxo de caixa ou lucro?

 

Uma das coisas que as pessoas sempre confundem é o fluxo de caixa com o lucro, em outras palavras, entender se você ganhou, empatou ou perdeu.

Os resultados de venda do dia a dia nem sempre significa Lucro, isso nada mais é do que um fluxo de caixa para você manter seu negócio funcionando, ou seja, é o resultado de vendas do seu dia, que de jeito nenhum poderá ser gasto na sua totalidade, pois você vai precisa dele para as movimentações futuras, no caso do lucro, utilizaremos os resultados de crédito e débito muito bem explicados pelo seu contador. Ele vai explicar a diferença do que você ganhou com o que você gastou, e obviamente para ser lucro, o resultado deverá ser positivo.

Outra coisa muito importante é o tempo de retorno para dar esse lucro, que geralmente é de 6 a 12 meses, então tenha paciência e consistência em seus negócio.

loja-virtual-facíleme-fluxo-de-caixa
loja-virtual-facíleme-o-melhor-custo-beneficio

4 – O melhor custo-beneficio


Como você optou por este tipo de produto que na maioria dos casos se trata de revenda, então pesquise e negocie da melhor maneira possível os pagamentos de hotéis, pousadas, transfer, guias, etc. Se você não faz ideia do que é isso, busque ajuda de pessoas experientes na área, como o SEBRAE, antes até mesmo de começar seu negócio.

5 – Como montar seu negócio online


Uma vez definido o modelo de negócio, agora você tem que construir a sua loja e identidade digital. Utilize sempre os reforços das redes sociais, ganhe a confiança do seu público entrando em grupos e atuando de maneira participativa, nunca vendendo nada! Seja paciente, ou de outra maneira você poderá entrar em contato com as pessoas de um grupo inbox, mas assim tome muito cuidado para não ser invasivo, além de ser punido pelo grupo sua empresa perde a credibilidade que você está tentando conquistar.

Depois vamos a parte de criação da sua loja virtual. Existem inúmeras no mercado, mas procure neste momento o melhor para seu bolso, considerando preço, opções ilimitadas e facilidade em manusear e criar sua loja virtual. Consulte o Facíleme Social Commerce, que tem imagens ilimitadas, cadastro de produtos ilimitados, não precisa de host adicional, e nem grandes conhecimentos de programação, além de ser barata e funcionar no Facebook e na web.

Cuide também da criação visual. Tenha fotos em altíssima resolução das suas viagens, se o seu nicho são pequenos grupos, use e abuse de fotos feitas com eles. O gatilho do pertencimento é poderosíssimo. Não negligencie também o design de Capas, banners, posts e artigos. Para isso tem duas opções: contratar algum profissional ou empresa que te auxilie, ou você poderá utilizar ferramentas como o canva ou o fotor, eles podem ser de grande ajuda no começo.

loja-virtual-facíleme-como-montar-o-seu-negocio-virtual
loja-virtual-facíleme-divulgação-e-vendas

6 – Formas de divulgação e vendas


Se está começando do zero, aconselho a ser bem ativo nas redes sociais, como o Facebook e o Instagram. Use muitas fotos e comece dando dicas de viagens. Se puder coloque as mais curiosas acompanhadas de uma boa fotografia. Você ainda pode divulgar fazendo postagens e vídeos, que engajam muito mais. Depois dê continuidade com um blog seu (trabalhando o conteúdo e seu SEO), use o Google Business, ou ainda peça ajuda de grupos ou parceiros nessa mesma rede social (troca ou posts patrocinados).

No caso das postagens orgânicas (não pagas) do Facebook, você DEVERÁ impulsionar a sua página para que muitas pessoas conheçam seu negócio, curtam e virem seus clientes, pois somente assim todos os seus contatos e outros que você especificar, receberão todas as suas postagens, pagas ou não. Crie um grupo no Whatsapp e entregue mais valor do seu produto, dando dicas de como usar, ofertas, etc. Use e abuse da criatividade para chamar o seu cliente.

7 – Seja Diferente


Procure um diferencial pois só assim a sua loja se tornará única, deve ser algo realmente primoroso que chame a atenção do público, poderá ser um Bônus, um desconto, um prêmio, uma forma diferenciada de pagamento, um cupom desconto futuro, outros serviços, tudo o que impulsione as suas vendas. Veja alguns exemplos:

Dar desconto de lançamento, vendas casadas, ingressos grátis, primeiros 10 que comprarem, cliente do mês, etc. Use e abuse da sua criatividade. Faça diferente e ganhe muito mais!

loja-virtual-facíleme-seja-diferente
loja-virtual-facíleme-cuidados-importantes

8 – Cuidados importantes:

Se o seu produto não está vendendo não hesite em perguntar as pessoas o que elas mais querem, seja nas redes sociais, no whatsapp ou via email. Ofereça um bônus para quem responder o questionário.

Assim como todo negócio, o online também precisa de tempo para germinar, leve nem que seja 2 horas por dia e distribua esse tempo em pesquisa, conteúdo, atendimento, vendas e melhorias.

Seja escalonável: Reserve um valor para sua divulgação e quando tiver retorno, invista o dobro e terá o dobro de resultados. Vá com fé!

Parcerias com outros negócios ou blogueiros sempre está de ótimo tamanho essas pessoas sabem influenciar e você sabe negociar, então o que está esperando?

Tenha sempre em mente algumas opções no caso de possíveis devoluções, seja nas datas, passagens ou nos lugares de preferência.

Seja gentil e atencioso com o seu cliente, pois é ele quem está comprando e acreditando em você. Se ele acreditou é porque está com a razão, não é?

9 – Dicas para vender sem vacilar

  • Escolha parceiros de qualidade, assim você evita problemas;

  • Quanto mais falar sobre o produto melhor. Então foco na descrição do produto!

  • Faça várias promoções e sempre leve em consideração as preferências do seu público;

  • Faça fotos das dependências dos quartos e do hotel/pousada;

  • Coloque as atrações inclusas dos pacotes;

  • Detalhe as categorias e tipos das passagens;

  • Coloque os passeios inclusos;

  • Em alguns casos, se possível, coloque fotos de grupos e pessoas que fizeram a viagem anteriormente com depoimentos;

  • Se tiver restaurante, café da manhã, almoço, jantar incluso coloque fotos dos alimentos e do buffet, sempre chama atenção;

  • Se for proprietário de hospedagens, é sempre de bom grado oferecer Welcome Drinks ou seja drinks de boas vindas para os hóspedes;

  • As fotos devem ser claras, com boa resolução. Destaque lugares e situações nas viagens;

  • Invista na divulgação com uma vitrine linda e funcional. Capriche nas imagens;

  • Apreça nas redes sociais e coloque o link dos produtos em todas as descrições.

Quer vender pacotes de viagens na internet? Faça como mais de 70 mil pessoas e comece agora seu negócio. Precisa de ajuda? Fale com a gente e entenda que vender viagens pela internet pode ser o negócio da sua vida!!

loja-virtual-facíleme-dicas-para-vender-mais-pela-internet-3

Experimente vender com a loja virtual do Facíleme